EM CASO DE ACIDENTE

Todos os passos para que não haja precalços

Pretendemos garantir a proteção de cada Cliente em todos os momentos da vida. Mas a boa resolução de situações de acidentes também depende de si. Por isso, em caso de acidente, é indispensável saber o que fazer para que tudo corra pelo melhor, e o mais rapidamente possível.

 

1. Esteja informado

Em primeiro lugar, deve sempre saber qual é o prestador clínico da Rede Tranquilidade mais perto de si, bem como o Hospital Distrital mais próximo da sua empresa. O número de apólice é fundamental para identificar o acidente de trabalho.

 

2. Primeira Assistência Clínica

Sempre que as lesões sejam de tal gravidade que o coloquem em risco de vida ou comprometam a sua completa recuperação, deverá procurar de imediato o Hospital Distrital mais próximo para prestação dos cuidados de saúde de emergência, devendo posteriormente ser encaminhado para o prestador clínico da Rede Tranquilidade mais próximo.

 

3. Identifique o prestador clínico mais próximo

A Tranquilidade dá-lhe acesso à maior rede de prestadores de cuidados de saúde em praticamente todas as especialidades médicas em todo o território nacional.

Para saber qual o prestador mais próximo, aceda ao Diretório Clínico de Acidentes de Trabalho ou contacte o seu Mediador.

A assistência na rede clínica convencionada Tranquilidade tem inúmeras vantagens, tais como: será imediatamente atendido, sem qualquer custo ou encargo e a Tranquilidade recebe rapidamente toda a informação necessária à boa condução do processo.

 

4. Participe o sinistro

A participação do sinistro deve ser feita num prazo máximo de 24 horas após a ocorrência do acidente.

Em caso de morte do sinistrado, a comunicação à seguradora deverá ser efetuada de imediato.

As empresas com mais de 10 trabalhadores devem efetuar a Participação de Sinistros de Acidentes de Trabalho por via eletrónica, de acordo com o obrigatório por lei.

 

5. Indemnizações

Sempre que, em consequência do acidente, o sinistrado fique total ou parcialmente impossibilitado de exercer a sua atividade profissional, a Tranquilidade procederá ao pagamento das indemnizações devidas por incapacidade temporária.

Estas indemnizações, tal como o reembolso de despesas (por exemplo, transportes, hospedagens e alimentação, farmácia), podem ser recebidos de diferentes formas:

Transferência bancária: a transferência é realizada de forma rápida e segura, por crédito automático em conta Bancária.

Carta-cheque automática: será a forma de pagamento preferencial sempre que não seja disponibilizado o NIB. 

O reembolso das despesas efetuadas pelo sinistrado, em consequência do acidente de trabalho, obedece ao prévio envio dos comprovativos para a Tranquilidade.

Call Now Button

Quer Aderir?

x